segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

A mulher de Deus

Num frio  dezembro, no Hemisfério Norte, alguns anos atrás, um rapazinho de cerca de dez anos, descalço, estava em pé em frente a uma loja de sapatos.  
Ele olhava a vitrina atentamente e tremia de frio.
Uma senhora se aproximou do rapaz e disse:
Você está com pensamento tão profundo, olhando esta vitrina!
Eu estava pedindo a Deus para me dar um par de sapatos. - Respondeu o garoto.
A senhora tomou-o pela mão imediatamente, entrou na loja e pediu ao atendente para dar meia dúzia de pares de meias para o menino.
Ela também perguntou se poderia conseguir-lhe uma bacia com água e uma toalha.
O balconista rapidamente a atendeu, enquanto ela levou o garoto para a parte de trás da loja.
Lá, ela tirou suas luvas, ajoelhou-se diante do menino e lavou seus pés pequenos. Após isso, secou-os cuidadosamente com uma toalha.
Nesse meio tempo, o empregado da loja havia trazido as meias e, claro, um belo e novo par de sapatos.
Ela amarrou os outros pares de meias e também lhe entregou.
Deu um tapinha em sua cabeça e disse:
Sem dúvida, vai ser mais confortável agora.
Ela se virou para partir e sentiu uma mão pequenina segurando a sua. O garoto estava com lágrimas nos olhos e, emocionado, perguntou:
Você é a mulher de Deus?

Desconheço o autor
ilustração: internet 

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Onde colocar o sal?


O velho Mestre pediu a uma jovem triste que colocasse uma mão cheia de sal num copo d’água e bebesse.
- "Qual é o gosto?" - perguntou o Mestre.
- "Ruim" - disse a aprendiz.
O Mestre sorriu e pediu à jovem que pegasse outra mão cheia de sal e levasse a um lago. Os dois caminharam em silêncio e a jovem jogou o sal no lago. Então o velho disse:
- "Beba um pouco dessa água".
Enquanto a água escorria do queixo da jovem o Mestre perguntou:
- " Qual é o gosto?"
- "Bom!" disse a jovem.
- "Você sente o gosto do sal?" perguntou o Mestre.
- "Não" disse a jovem.
O Mestre então, sentou ao lado da jovem, pegou em suas mãos e disse:
- "A dor na vida de uma pessoa não muda. Mas o sabor da dor depende de onde a colocamos. Quando você sentir dor, a única coisa que você deve fazer é aumentar o sentido de tudo o que está a sua volta. É dar mais valor ao que você tem do que ao que você perdeu.
Em outras palavras: É deixar de ser copo para se tornar um Lago."
 
fonte:Contos Esparsos
ilustração: freepik
Related Posts with Thumbnails