sexta-feira, 20 de julho de 2012

Dois sonetos de Aylton Quintiliano




A Exposição

A tela branca. Nada desenhado
Mas, olhavam-na críticos ladinos.
E, aqui e ali grupelhos de granfinos
comentavam o quadro indecifrado.

De repente alguém diz: “Genial!” E, ao seu lado
repete um moço, em gestos femininos,
para a moça de lábios purpurinos: “
A do rá vel!...” E o quadro era aprovado.

Mas eis que quando o rico perdulário,
fazendo-se das artes solidário,
dispõe-se a adquirir a obra prima

Entra o pintor, barbudo e exasperado,
e diz que o quadro fora posto errado,
pois a parte de baixo era pra cima.

Covardia

Confesso amigo: todo meu intento
é seguir-te o conselho. Na verdade,
andei a praticá-lo em pensamento,
e, agora, espero-a cheio de ansiedade.

Ei-la. Não pode haver melhor momento
para dizer-lhe, com serenidade,
que o amor não passa como passa o vento,
e às vezes passa sem deixar saudade.

Antevejo-a chorando. Em plena mágoa,
seus olhos me incriminam rasos d’água...
 E quando eu me dou conta é muito tarde!

Não posso mais seguir o teu conselho:
 Fiz-me valente diante de um espelho,
mas, diante dela... como eu sou covarde!

ilustração:freepik

10 comentários:

Poesias de amor disse...

Belo, maravilhoso, genial, isto é que é poesia, inspirador para nós, méros aprendizes de genial arte. Mestre, somente o que posso dizer...

Poesias de amor disse...

Belo, maravilhoso, genial, isto é que é poesia, inspirador para nós, méros aprendizes de genial arte. Mestre, somente o que posso dizer...

Felipe disse...

Desde menino gosto da poesia de Aylton Quintiliano.
Grato pela visita e por comentar.
Abç

Rafael Mantovani disse...

Olá, Felipe,

Vejo que você conhece e gosta do Aylton Quintiliano. Você sabe algo biográfico sobre a vida dele? Tenho procurado na internet a data de nascimento, mas não encontro. Você saberia?

abraço,
Rafael Mantovani

Felipe disse...

Rafael
Infelizmente não conheço a biografia quer de Aylton Quintiliano, quer de Tania Quintiliano.
O livro que ganhei quando menino foi emprestado e sumiu. Só agora encontrei um outro volume na net.
Abraços
Felipe

evelin disse...

BOA TARDE FELIPE TAMBEM SOU UMA GRADE FÃ DO ESCRITOR AYLTON QUINTILIANOE MAIS POIS SOU SOBRINHA DELE MINHA MAE CREUSA HJ TEM 86 ERA A CASULA E SENTE MUITA A FALTA DELE ELE ERA OTIMO ESCRITOR

Felipe disse...

Evelin.
Além dos poemas de seu tio, gosto muito da poesia de Tania Quintiliano.
Infelizmente emprestei o livro que tina com seus poemas e ele nunca mais voltou.
Abraços a você a a senhora sua mãe.

Cuca disse...

Boa tarde, Felipe ! Eu sou neta de Aylton Quintiliano, sobrinha da Tânia.
Fico emocionada por saber que o trabalho deles ainda é reconhecido, mesmo após tantos anos. Eu mesma não conheci o meu avô, ele faleceu antes do meu nascimento, mas adoro as poesias dele.

Cuca disse...

Evelin,

Já ouvi muito falar da Creusa. Eu sou filha do Aylton Junior, o mais novo dele! Se quiser fazer contato, segue meu email : nathaliaquin@gmail.com

evelin disse...

oi natalia sou fã do meu tio aylton obrigada minha mamae sente tanta falta de tanya e da familia que dá dó m

Related Posts with Thumbnails