terça-feira, 22 de novembro de 2011

Cuidado com as palavras

1) CUIDADO COM A PALAVRA NÃO.

A Frase que contém NÃO, para ser compreendida, traz à mente o que está junto com ela. O NÃO existe apenas na linguagem e não na experiência. Por exemplo: pense em "NÃO"... Não vem nada à mente. Agora, vou lhe pedir não pense na cor vermelha... Eu pedi para você NÃO pensar na cor vermelha e você provavelmente pensou. Procure falar somente o que quer e não o que não quer.


2) CUIDADO COM A PALAVRA MAS, QUE NEGA TUDO QUE VEM ANTES. Por exemplo: "O Pedro é um rapaz inteligente, esforçado, MAS...".
Substitua o MAS por E, quando indicado.

3) CUIDADO COM A PALAVRA TENTAR, QUE PRESSUPÕE A POSSIBILIDADE DE FALHA.
Por exemplo: "Vou tentar me encontrar com você amanhã às 8 horas". Em outras palavras: Tenho grande chance de não ir, pois vou "tentar". Evite TENTAR, FAÇA.

4) CUIDADO COM NÃO POSSO OU NÃO CONSIGO, que dão idéia de incapacidade pessoal. Use NÃO QUERO, NÃO PODIA ou NÃO CONSEGUIA, que pressupõe que vai conseguir, que vai poder.

5) CUIDADO COM AS PALAVRAS DEVO, TENHO QUE OU PRECISO, que pressupõem que algo externo controla a sua vida.
Em vez delas use QUERO, DECIDO, VOU.

6) Fale dos problemas ou das descrições negativas de si mesmo, utilizando o verbo no passado. Isto libera o presente. Por exemplo, "Eu tinha dificuldade em fazer isto..."

7) Fale das mudanças desejadas para o futuro utilizando o tempo presente do verbo. Por exemplo: em vez de dizer "Vou conseguir", diga "Estou conseguindo".

8) Substitua o SE por QUANDO. Por exemplo: em vez de falar "Se eu conseguir ganhar dinheiro vou viajar", diga "Quando eu conseguir ganhar dinheiro, vou viajar".

9) Substitua ESPERO por SEI. Por exemplo: em vez de falar "Eu espero aprender isso", diga "Eu sei que vou aprender isso". ESPERAR suscita dúvidas e enfraquece a linguagem.

10) Substitua o CONDICIONAL pelo PRESENTE. Por exemplo: Ao invés de dizer "Eu gostaria de agradecer a presença de vocês", diga "Eu agradeço a presença de vocês". O verbo no presente fica mais forte e concreto.

Desconheço o autor
ilustração: stockxings ilustrações free

2 comentários:

Mary Miranda disse...

Meu Canceriano Favorito, A-DO-REI!!!!

O artigo, meu amigo, é um convite ao otimismo, à vontade de vencer que todos devemos possuir em nossos espíritos!
Nada de reforçar as impossiblidades, e sim, viabilizar os potenciais...
A dinâmica do "NÃO", aprendi com o Dr. Lair Ribeiro, que explicou exatamente como no post, de que a negativa não existe, o que existe é a contextualização do "NÃO", como negador de algo afirmativo. (A afirmativa das frases é como a felicidade, ou seja, o estado natural das coisas! rsrsrs)
Retirar as arestas que entravam a caminhada, é a melhor opção que tomamos.
Devemos prestar mais a atenção no que dizemos porque, de um certo modo, é o reflexo do que sentimos!...


Querido, ADOREI E ADOREI, viu, mesmo, esse maravilhoso post!

Beijos da presidenta, a que é mútua e vitalícia!!!!

Mary:)

Felipe disse...

Moça Bonita
Da mesma forma que o mal é a ausência do bem o NÃO se impõe pela nossa covardia de dizermos SIM incondicionalmente.
Sim, eu gosto de você, sem MAS, sem TALVEZ, sem QUEM SABE, sem MAIS TARDE.
Beijão do presidente vitalício.

Related Posts with Thumbnails