domingo, 6 de junho de 2010

Domingo é dia de poesia - Dois sonetos


Anoitecer
Raimundo Correa 

Esbraseia o Ocidente na agonia
O Sol... Aves em bandos destacados,
Por céus de oiro e de púrpura raiados,
Fogem... Fecha-se a pálpebra do dia...

Delineiam-se, além, da serrania
Os vértices de chama aureolados,
E em tudo, em torno, esbatem derramados
Uns tons suaves de melancolia...

Um mundo de vapores no ar flutua...
Como uma informe nódoa, avulta e cresce
A sombra à proporção que a luz recua...

A natureza apática esmaece...
Pouco a pouco, entre as árvores, a lua
Surge trêmula, trêmula... Anoitece.



Mal Secreto
Raimundo Correa

Se a cólera que espuma, a dor que mora
N’alma, e destrói cada ilusão que nasce,
Tudo o que punge, tudo o que devora
O coração, no rosto se estampasse;

Se se pudesse, o espírito que chora,
Ver através da máscara da face,
Quanta gente, talvez, que inveja agora
Nos causa, então piedade nos causasse!

Quanta gente que ri, talvez, consigo
Guarda um atroz, recôndito inimigo,
Como invisível chaga cancerosa!

Quanta gente que ri, talvez existe,
Cuja ventura única consiste
Em parecer aos outros venturosa!


ilustrações: internet

6 comentários:

Maria Marçal disse...

Também acho que domingo é dia de poesia...
Dia de se libertar de problemas e se lançar na trilha dos Poetas que sonham...que brilham transmitindo sentimentos....

Adorei.
Bom domingo pra ti, meu querido.

Maria Marçal - Porto Alegre - RS
(hoje precisamos vencer os paulistas)

Felipe disse...

Guria Guapa

Lembrando o Pessoa

O poeta é um fingidor
Finge tão completamente
Que chega a fingir ser dor
A dor que deveras sente.

Beijão

Francisco Castro disse...

Olá, Felipe!

Poesia é o remédio para a alma e um alívio para a mente. Ela sempre nos faz sentir renovado. Aos domingos tem um efeito mais significativo ainda.

Abraços

Francisco Castro

Felipe disse...

Meu Caro Francisco

Você tem toda razão.
Poesia é bom. No domingo, melhor ainda.
Abç

Sissym disse...

Felipe, vc e Soninha são os que nos trazem poesias aos domingos.

Raimundo Correa, estou achando que a rua onde morei era homenagem muito simples para um homem que escrevia com maestria.

Falar sobre o Anoitecer rende versos lindos, eu sempre gostei desta parte do dia, tem algo misterioso e poetico. Já o outro poema, Mal Secreto, é mais complicado, tem que haver um motivo para compo-lo, inteligente nas linhas que fala da inveja que é um mal que destroi ilusoes que nascem, levantando a ira.

Beijocas

Felipe disse...

Sissym
Não há maior fonte inspiradora do que o amanhecer, o anoitecer, o sol e a lua.
Grato pelo visita.
Beijão!

Related Posts with Thumbnails