sábado, 8 de maio de 2010

Seis coisas que vocês não sabem sobre o Felipe

Recebi de minhas amigas Valéria Braz do blog Sobre Tudo um Pouco – http://www.valeriabraz.blogspot.com  – e Silvana Marmo do blog Coordenadores Pedagógicos Blogados na Rede http://profcoordenadorpira.blogspot.com  a indicação para fazer este meme, falando de seis coisas que vocês ainda não sabem sobre o Felipe.
Como elas, fiquei feliz pela lembrança, por existirem muitas pessoas aqui no dihitt que merecem ser lembradas. Afora isso tenho grande admiração pelas duas. Valeria por ser um doce de pessoa e minha prima (o grau de parentesco não conto), e Silvana pelo belo trabalho pedagógico que faz na net.
Um pouco sobre o Felipe:

1 - Já cheguei dando trabalho: Aos cinco meses de idade, devido a um acidente de trânsito sofri uma fratura de crânio com perda de massa encefálica. Fiquei 40 dias na UTI do Hospital das Clínicas e estou por aqui até hoje.
O triste é que o carro nem amassou e, graças a Deus, meus pais e minha prima que estavam comigo não sofreram nada.
2 - Meu nome: Nunca gostei do José (não sei porque), mas entre os meus parentes e amigos de infância não tem jeito sou chamado de “Zé” desde que me conheço por gente.
3 - Infância e Adolescência: Minha infância foi bem agitada. Afora a perna quebrada que não me impedia de jogar futebol (para desespero da minha mãe), sempre estava em todas: a) Fiz teatro; b) durante algum tempo era o encarregado de tocar o sino da igreja ao meio-dia,  e c) fui cantor no coral da escola entre outras coisas.
Tive uma adolescência tranqüila. Enquanto os amigos saiam eu preferia ficar em casa entre os meus livros e discos.
Entretanto, Sempre que podia estava no Teatro Paramout assistindo “Esta noite se improvisa” ou os Festivais da Record.
Quase fui preso, em 1968, no grêmio do colégio. Este fato não me intimidou e escondi um amigo em casa por alguns meses.
4 - Rato de sebo: Por gostar muito dos livros passei a freqüentar os sebos de livros, mania que tenho até hoje. Quando os amigos e parentes não encontram um livro com edição esgotada, caro ou difícil de ser encontrado, lá vem o pedido para que eu encontre determinado livro. Tenho prazer em fazer isso.
5 - Estilista: Um amigo quase acabou com o meu inicio de namoro com minha mulher. Numa viagem que fizemos a Uberaba ele lhe disse que eu era “estilista de moda”. Há trinta anos foi um choque e o danado esclareceu a brincadeira dizendo que eu era estilista de minhas irmãs.
Por incrível que pareça hoje eu escolho a maioria das roupas da minha mulher. Ela faz questão de me ouvir sobre o modelo, se cai bem, a cor e outros detalhes.
6 - Paletó e gravata: Apesar da profissão (advogado), detesto trabalhar de paletó e gravata só os usando quando tenho alguma audiência.
Confesso que isso me atrapalha um pouco. Alguns clientes quando chegam ao escritório pela primeira vez acabam ficando com uma certa dúvida que é esclarecida de pronto: Detesto paletó e gravata.
Regras do meme
1. Vocês podem eleger até seis amigos e repassarem o MEME;
2. O link dos blogs escolhidos deverá ser colocado no MEME;
3. Avisar os amigos sobre a postagem e deixar um comentário no respectivo Blog.
Indicados
Telminha do Tekatun
Rodrigo Piva do Curiosando
Geraldo do Pharis Faces
Lúcia Girão do Voz Ativa
Cris do Harmonia Total
Estejam a vontade para aceitar ou não o meme e queiram desculpar se já foram indicados.

22 comentários:

Leila Franca disse...

Oi Felipe,

Não acho que vc tem cara de Zé, Felipe combina mais...rs Meu avô também era José, ou seja, Zé mas com ele sempre falavam também o sobrenome, que melhorava um pouquinho.

Também adoro um sebo...rs Já comprei muitos livros em loja de livros usados, geralmente livros de matemática.

Meu ex-marido também gostava de indicar essa ou aquela roupa e isso era uma coisa que eu gostava que ele fizesse. Acontece muito com a mulher de ficar na dúvida sobre que roupa usar. O homem parece ser mais decidido nesse sentido. Acho que resolve um grande problema que temos na hora de escolher a roupa. Quando o homem fala, é um alívio! kkkkk

Mas que acidente foi esse que o carro não amassou, ninguém saiu ferido e vc teve fratura de crânio? Só posso imaginar uma freiada e o bebê escapando do colo de alguém e sendo arremessado contra alguma coisa dura dentro do carro. Foi isso?

O tempo passa, o século vira, o novo milênio chega e o paletó e gravata continua inabalável... os homens sofrem...rs

Adorei ler.

bjs

Maria Marçal disse...

Zé!
Adorável o teu relato.
Não tem tristeza, só avançando o sinal verde!

Que bom assim.
Talvez seja por isso que te admiro tanto...sempre positivo, culto e agora sei de onde vem tanta descoberta dos "antigamentes" ...

Parabéns...passas por essa vida com uma bagagem muito prazerosa.


Beijos,
Maria Marçal - Porto Alegre - RS

obs.: mas o Zé é só para essa postagem...vou seguir com meu Felipão que adoro.

Valéria Braz disse...

Meu querido primo...(também nunca contarei o grau do parentesco)...heheehhe
Adorei este tiquitinha da sua história....pra cima, de bem com a vida!
E estou com a Leila....também te acho com cara de Felipe!
Beijo no coração

Fernandez disse...

Olá amigo Felipe!
Sabe que eu também não gosto muito de paletó e gravata, mas minha profissão também exige.
Foi bom conhecer um pouco mais do amigo.
Forte abraço, Fernandez.

Felipe disse...

Leila,
Ainda bemque você acha que não tenho cara de "Zé". Eta coisa feia!
Quanto ao acidente foi exatamente o que você deduziu. Foi a noite, meu pai freio para não bater em um caminhão quebrado no meio da rua sem lanterna ou qualquer sinalização.
Ele tinha um carro duas portas. Minha prima que estava atrás caiu sobre o banco da frente do acompanhante do motorista. Com o baque minha mãe foi empurrada e eu bati com a cabeça no painel. Daí o estrago.
Beijão!

Felipe disse...

Maria,
Grato pelas carinhosas palavras. Você sabe o quanto lhe admiro.
Beijão!

Felipe disse...

Prima,
Temos o nosso segtrdo.
Grato pela indicação e por comentar e também por achar que não tenho cara de "Zé". rs
Beijão!

João Poeta disse...

Oi, Felipe se eu precisar de um bom advogado, já sei a que recorrer.
Gostei muito de conhecê-lo mais um pouco.
Um abraço.
João

Felipe disse...

Grato Meu Caro Poeta.
Fico feliz de haver passado por aqui e comentado.
Abraços!

Sissym disse...

Puxa, então nas horas vagas voce cria!!! kkkkkkkkkk Estilita Zezinho!!!!!

Uma amiga teve a filha acidentada aos 3 meses, tambem traumatismo, nada aconteceu de serio depois, sem sequelas.

Voce foi bastante engraçado contando um pouco de ti.

Beijocas

Antonio Regly disse...

Felipe,

Cheguei a pensar, por um momento, que você não gostava de meme e por isso mesmo não fosse fazer o seu.

http://www.dihitt.com.br/barra/seis-coisas-que-voces-nao-sabem-sobre-mim

Eu o havia indicado quando do meu meme e acabei descobrindo duas coisas interessantes e comuns a nós dois:

Primeiro, a do estilista. Você passou sufoco pelo fato de ser uma profissão "estranha" há tempos atrás. Imagine você, então, eu num curso de corte e costura, casado, pai de duas filhas. E só não "pegou" por que à ocasião era inseguro em arriscar ter o meu próprio negócio. Também não tinha certeza se iria dar certo e com responsabilidade com família não quis arriscar.

A segunda é a gravata. Tem igreja que ainda exige que o pastor se vista com terno completo. Na igreja onde congrego já faço parte dos pastores sem gravata. Gosto de me vestir impecavelmente, mas quando a ocasião pede e o clima ajuda. Aqui no Rio, no verão, vestir terno é quase inviável. Mas às vezes vamos para o sacrifício.

Li sobre o seu acidente quando bebê e o fato de ter escapado e ser a pessoa que é. Deus realmente opera milagres e você também é um deles.

Abraço. Foi muito legal conhecer um pouco sobre você.

Do amigo,

Antonio

Cris Travassos disse...

Felipe,

Fiquei feliz com a indicação e vou aceitá-la. Quanto as coisas que você revelou, confesso que também adoro um sebo e não gosto de homem de paletó. Fica muito formal.

Beijocas

Geraldo disse...

Olá Felipe,

Desde o inicio no diHITT não me lembro de ter te chamado de Zé, nunca também te achei com cara de José. Temos em comum o gosto pelos sebos. Agora de moda, eu passo longe, se minha mulher não me fala, eu saio só de camiseta e jeans, sempre. Em contraponto a isto, eu gosto muito de paletó e gravata, mas só uso (com gosto) em ocasiões formais.

Abraço

Felipe disse...

Cris,
Fico feliz por você haver aceito. Vamos conhecer um pouco da Sincera.
Beijão

Felipe disse...

Geraldo,
Agora fiquei com vergonha.
Quando conversamos e eu brinquei dizendo que a prima tinha direito, não sabia que já havia sido indicado pelo velho amigo.
Grato pelo elogio e desculpe a nossa falha.
Forte abraço!

Felipe disse...

Ah Molequinha!
Grato por passar por aqui e comentar.
Beijão

Felipe disse...

Antonio
Primeiro me desculpe, mas não tinha visto sua indicação.
O sufoco do estilista foi uma brincadeira que nos faz rir até hoje. Já a gravata e paletó, são meus pontos fracos, não gosto mesmo.
Abraços!

Leila disse...

Oi Felipe,

Tenho um presente pra vc aqui:

http://selinhosepresentinhos.blogspot.com/2010/05/sunshine-award-minhas-indicacoes.html

Felipe disse...

Leila.
Grato pelo lindo selo.
Fico feliz com a lembrança.
Beijão!

Cris Travassos disse...

Felipe,

Fiz com carinho e respeito a você. Se tiver tempo, vá lá me conhecer um pouco mais.

Beijocas

Lugirão disse...

Felipe, só agora vi o teu recado.

Tenho um filho chamado Felipe, adoro esse nome, por isso nem que tivesse cara de Zé o chamaria assim,rs.

Obrigado pela indicação.

Felipe disse...

Lúcia
A indicação é mais do que merecida.
Beijão!

Related Posts with Thumbnails