terça-feira, 13 de abril de 2010

"Zelão"

O problema dos deslizamentos de terra, com a destruição de casas, erguidas a suor e sangue, nos morros do Rio de Janeiro, não data de hoje nem de ontem.

Há cinqüenta anos, mais precisamente em 1960, no LP a Bossa Romântica de Sérgio Ricardo, o cantor e compositor lançava a canção “Zelão”, talvez um dos seus maiores sucessos.

A chuva, a destruição, a tristeza e o choro do ingênuo Zelão, somados ao respeito de seus vizinhos de barraco são colocados de forma magistral na letra da cinquentenária música:

Todo morro entendeu quando o Zelão chorou
Ninguém riu, ninguém brincou, e era Carnaval
No fogo de um barracão
Só se cozinha ilusão
Restos que a feira deixou
E ainda é pouco só
Mas assim mesmo o Zelão
Dizia sempre a sorrir
Que um pobre ajuda outro pobre até melhorar

Choveu, choveu
A chuva jogou seu barraco no chão
Nem foi possível salvar violão
Que acompanhou morro abaixo a canção
Das coisas todas que a chuva levou
Pedaços tristes do seu coração.




Hoje, passado meio século, o Rio perdeu muito da antiga ingenuidade e os morros cariocas deixaram de ser apenas moradia de gente simples, embora muitas famílias de respeito ainda façam daqueles locais a sua morada, por uma série de contingências.

Dias atrás, o sociólogo e jornalista Salomão Schvartzman, no áudio “É preciso uma urgente faxina nos bueiros mentais dos nossos governantes” no link -http://www.band.com.br/entretenimento/colunista.asp?ID=102 -, lembrava que Niterói, em língua indígena, quer dizer “água escondida”.

Talvez, água de lágrimas represadas em corações aparentemente duros, mas que desabam em choro convulsivo quando vai ao chão uma casa ou, o que é pior, quando ocorre a morte de um parente por não suportar a força da enxurrada de água, lama e pedaços de tudo, descendo morro abaixo.

4 comentários:

arte-e-manhas-arte disse...

Olá Felipe,

A devastação causada pelas chuvas é algo angustiante.

Adorei a música!

Beijinhos
Luísa

Felipe disse...

A omissão dos governantes, sabendo o que pode ocorrer, é bem pior.
Abraços!

Joselito disse...

Ainda bem que hoje tem muita gente "zelando" por tudo isso ... que medo.

Felipe disse...

Joselito
Grato pela visita.
Abraços!

Related Posts with Thumbnails