sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Ai quem me dera

Um lindo poema de Vinicius de Moraes nas vozes de Mia Martini e Clara Nunes


Ai quem me dera

Ai quem me dera terminasse a espera
Retornasse o canto, simples e sem fim
E ouvindo o canto, se chorasse tanto
Que do mundo o pranto, se estancasse enfim

Ai quem me dera ver morrer a fera
Ver nascer o anjo, ver brotar a flor
Ai quem me dera uma manhã feliz
Ai quem me dera uma estação de amor...

Ah! se as pessoas se tornassem boas
E cantassem moas e tivessem paz
E pelas ruas se abraçassem nuas
E duas a duas fossem ser casais

Ai quem me dera ao som de madrigais
Ver todo mundo para sempre afim
E a liberdade nunca ser demais
E não haver mais solidão ruim


Ai quem me dera ouvir um nunca mais
Dizer que a vida vai ser sempre assim
E ao fim da espera
Ouvir na primavera
Alguém chamar por mim


Ai quem me dera ao som de madrigais
Ver todo mundo para sempre afim
E a liberdade nunca ser demais
E não haver mais solidão ruim


Ai quem me dera ouvir um nunca mais
Dizer que a vida vai ser sempre assim
E ao fim da espera
Ouvir na primavera
Alguém chamar por mim 

4 comentários:

Sissym disse...

Eu não conhecia a letra!
Esta parte: Ah! se as pessoas se tornassem boas, E cantassem moas e tivessem paz... é linda.
O poema lírico clama pela compreensão e pelo amor para atingir a paz. Como existem musicas que são verdadeiras obras de arte, capazes de transmitirem determinadas mensagens sábias.

Bjs

Felipe disse...

Syssim
Para alguns este poema é o testamento espiritual de Vinicius.
Beijão

Daniela Figueiredo disse...

Adoro Vinícius, é um dos meus poetas favoritos. Não tem como não se encantar com seus versos.
Beijos, Felipe!

Felipe disse...

Dani
Saudades menina.
Grato pela visita.
Beijão

Related Posts with Thumbnails