sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Pequenas joias da poesia





Alba

Não faz mal que amanheça devagar.
as flores não têm pressa nem os frutos;
sabem que a vagareza dos minutos
adoça mais o outono por chegar.
Portanto não faz mal que devagar
o dia vença a noite em seus redutos
de leste - o que nos cabe é ter enxutos
os olhos e a intenção de madrugar.

Geir Campos


Ditirambo


Meu amor me ensinou a ser simples
Como um largo de igreja
Onde não há nem um sino
Nem um lápis
Nem uma sensualidade

                        
Oswald de Andrade



O poema


Um poema como um gole d'água bebido no escuro.
Como um pobre animal palpitando ferido.
Como pequena moeda de prata perdida
para sempre na floresta noturna.
Um poema sem outra angústia que a sua misteriosa
condição de poema

Triste.
Solitário.
Único.
Ferido de mortal beleza


Mário Quintana


Monólogo


Estar atento diante do ignorado,
Reconhecer-se no desconhecido,
Olhar o mundo, o espaço iluminado,
E compreender o que não tem sentido.
Guardar o que não pode ser guardado,
Perder o que não pode ser perdido,
- É preciso ser puro, mas cuidado!
É preciso ser livre, mas sentido!
É preciso paciência, e que impaciência!
É preciso pensar ou esquecer,
E conter a violência, com prudência.
Qual desamada vítima ao querer
Vingar-se, sim, Vingar-se da existência,
E, misteriosamente não poder.

Dante Milano


Ilhas Idílicas

E
estando
me

 faltas
               
Neide Archanjo


ilustração: internet

8 comentários:

arte-e-manhas.com disse...

Felipe,

Lindos poemas. Um momento de paz, numa manhã que se prevê atribulada!...

Beijos
Luísa

Felipe disse...

Luísa.
Eu também os acho muito bonitos.
Grato pela visita.
Beijos!

Principe Encantado disse...

Muito linodo este
"Meu amor me ensinou a ser simples
Como um largo de igreja
Onde não há nem um sino
Nem um lápis
Nem uma sensualidade"
Oswald de Andrade
gostei do post
Abraços forte

Felipe disse...

Meu Caro Príncipe.
Grato pela visita.
Abraços!

Maria Madalena disse...

Gostei de tudo o que vi! Força e inspiração para continuar.
Um abraço
Madalena

Felipe disse...

Maria Madalena.
Grato pela visita e pelas palavras.
Abraços!

Julimar Murat disse...

Felipe
deixei um selinho prá voce no meu blog.

Beijos

julimar

Felipe disse...

Julimar.
Fico honrado e agradecido.
Vou lá buscar.
Beijão

Related Posts with Thumbnails