quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Criança diz cada uma... 1

O Mar
Carlos Henrique não tinha dois anos, quando, vendo uma ressaca em Copacabana exclamou:
- Puxa! O mar ta zangado, não é?
E depois de um suspiro:
- Parece gente.

Influência de Televisão
O menino estava danado da vida. O pai vinha sempre ocupar a sua cadeira preferida.
A certa altura, revoltado, querendo fazer com que o pai lhe deixasse a poltrona, o menino explode:
- Papai você quer fazer o favor de mudar de canal, sim?

A Balança
Iara, filhinha de Nelson Vaz, tinha ido à farmácia para se pesar.
Chegou e explicou:
- Mamãe, só ficou faltando um minuto pra vinte e cinco quilos.

Conversa com Deus
Essa quem me contou foi o nosso enorme Manoel Bandeira.
O filhinho de Maria de Lourdes Alencar era pequeno e certo dia, quando passou por uma igreja, quis saber:
- Igreja é o que heim?
- É a casa de Deus.
- E o que a senhora vai fazer na casa de Deus?
- Falar com ele.
Ao sair do templo a mãe pergunta?
- O que foi que você disse a Ele?
-O menino olha desconsolado.
- Eu não tinha assunto. Só disse: “Até logo, Deus!”

A Foto
Maria do Rosário é neta de Afonso Pena Junior.
Descobrindo uma foto da avó, da belle époque, pergunta:
- Vovó, que brotinho é esse aqui?
- Sou eu, querida.
- E esse vestido tão lindo a senhora guardou?
- Guardei, sim, meu bem. No quarto de guardar.
- E esse leque também a senhora guardou?
- Guardei no mesmo lugar.
- E esses brincos também?
- Também, meu anjo.
- E a cara, a senhora também guardou lá, vovó?

O Desejo
Mestre Martinho da Rocha examinava um clientinho e conversava, ao mesmo tempo, para estabelecer contato com o menino. Filho de um multimilionário, o pirralho vivia preso em casa, sem ver luz, sem participar da vida agitada e alegre dos meninos pobres da vizinhança. Tinha um berço de ouro, mas, lhe faltava algo do calor humano e verdadeiro, lhe faltava o contato com a vida.
-O que é que você quer ser quando crescer? – quis saber o médico. – Advogado? Médico? Engenheiro?
E o menino, olhando o doutor com olhos sonhadores:
- Eu quero ser é moleque

O Chifre
Luis Ricardo, de cinco anos, estava brincando com o Fernandinho e fazendo mil e uma estrepolias, quando a tia Armanda reclamou:
-Mas que é isso Ricardo! Então isso é maneira de brincar? Você se portando mal vai ficar como um diabinho com dois chifrinhos na testa.Olha, estão até nascendo...
E Fernando para o outro:
- Aproveita, logo! Dá uma chifrada nela.

A Freira
Márcia, sobrinha de Murad, deparando com uma freira à porta de sua casa:
- Mamãe, olha ali uma mulher vestida de padre!

O Cotovelo
Ziraldo estava ensinando sua filha as partes do corpo:
- Isto são os olhos... Isto é a boca... Aqui está o pescoço.
Depois passou para os membros:
- Isto é a mão... braço... antebraço
E dobrando o braço da menina apontou para o cotovelo:
- E isto aqui...
-Isto eu sei – atalhou a menininha.
- Sabe?
- Sei. Isto é o queixo do braço.

A Bola
A meninazinha contemplou a lua cheia, conta-me a psicóloga Ofélia Bolsson Cardoso e perguntou à mãe:
- Foi Pelé quem chutou ela?

Filho de Romancista
Herberto Sales Filho, um menino maravilhoso, tem umas saídas extraordinárias.
Maneira de pedir uma folha em branco para rabiscar:
- Papai me dá uma folha de papel vazio?

O Nascimento
Vitor Emanuel, de quatro anos, ouviu no rádio o locutor dizer entre outras coisas:
- O Brasil nasceu na Bahia.
Vitinho riu daquela asneira e perguntou:
- Mamãe, lugar nasce?

A Coceira
Márcia, de três anos, filha de Vittorio Lanari, não sabendo como se referir à coceira que estava sentindo no braço, explicou:
- Tou com dor de pulga.


Do livro: Criança diz cada uma - Pedro Bloch

foto: Angola Xyami

5 comentários:

Marco Costa disse...

Very nice!

Luiz Antonio André disse...

É a criançada é sincera mesmo. Enquanto são crianças depois que viram adultos...
Abraços

Geraldo disse...

Ah a inocencia da infãncia é uma coisa que nunca esquecemos e sempre queremos voltar.

Otimo post Felipe

Abraço

Márcia Regina disse...

Meus netos as vezes têm umas tiradas que nos deixam de queixo caido. Na maioria das vezes estão corretíssimos, basta vermos o mundo com os olhos deles. Abraços Felipe.

Coisas da Rô disse...

Adorei encontrar trechos do livro do Pedro Bloch, tenho um outro que é Pequeno Dicionário Infantil, com as definições das crianças. Para "felicidade" disseram: É quando a alegria não cabe dentro da gente".
Perfeito!
Abraços,

Related Posts with Thumbnails