sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Atire a primeira flor


Quando tudo for pedra... atire a primeira flor.
Quando tudo parecer caminhar errado, seja você a tentar o primeiro passo certo.
Se tudo parecer escuro, se nada puder ser visto, acenda você a primeira luz. Traga para as trevas você primeiro a pequena lâmpada.
Quando todos estiverem chorando, tente você o primeiro sorriso.
Talvez não na forma de lábios sorridentes, mas na de um coração que compreenda, de braços que confortem.
Se a vida inteira for um imenso não, não pare você na busca do primeiro sim, ao qual tudo de positivo deverá seguir-se.
Quando ninguém souber coisa alguma e você souber um pouquinho, seja o primeiro a ensinar. Começando por aprender você mesmo, corrigindo-se a si mesmo.
Quando alguém estiver angustiado, a procura nem sabendo o que, consulte bem o que se passa. Talvez seja em busca de você mesmo que este seu irmão esteja. Daí, portanto, você deve ser o primeiro a aparecer, o primeiro a mostrar que pode ser o único e mais sério ainda talvez o último.
Quando a terra estiver seca que sua mão seja a primeira a regá-la.
Quando a flor se sufocar na urze e no espinho, que sua mão seja a primeira a separar o joio, a arrancar a praga, a afagar a pétala, a acariciar a flor.
Se a porta estiver fechada de você venha a primeira chave. Se o vento sopra frio, que o calor de sua lareira seja a primeira proteção e primeiro abrigo.
Se o pão for apenas massa e não estiver cozido, seja você o primeiro forno para transformá-lo em alimento.Não atire a primeira pedra em quem erra. De acusadores o mundo esta cheio.
Nem por outro lado, aplauda o erro, dentro em pouco a ovação será ensurdecedora.
Ofereça sua mão primeiro para levantar quem caiu.
Sua atenção primeiro para aquele que foi esquecido, seja você o primeiro para aquele que não tem ninguém.
Quando tudo for espinho atire a primeira flor, seja o primeiro a mostrar que há caminho de volta. Compreendendo que o perdão regenera, que a compreensão edifica, que o auxilio possibilita, que o entendimento reconstrói.
Atire você, quando tudo for pedra, a primeira e decisiva flor...

Rosemary Sadalla

9 comentários:

Osc@r Luiz disse...

Espetacular o texto.
Uma lição de vida, de resignação e de positivismo.
São pessoas como a que escreveu e a que postou isso, que mudam o mundo.
Parabéns!
Grande abraço, meu amigo.

Luiz Antonio André disse...

Lindo texto Felipe. Parabéns.
Abraço.

Rodrigo Piva disse...

Grande amigo, Felipe! Mais uma vez somos brindados com uma belíssima mensagem!

Abraços

Lisa disse...

Mensagem linda e profunda.
gostei muito.

Perfume de Afrodite disse...

Felipe, quando estamos sensíveis, parece que qualquer coisa que a gente lê faz sentido. Gostei muito deste texto, é emocionante. Fez um sentido imenso pra mim pela beleza das palavras ali combinadas. Tenho lido muita coisa bonita ultimamente,mas esse me pegou. Abçs, Lu

Felipe disse...

Grato a todos.
Abraços
Felipe

Márcia Regina disse...

Oi Felipe...uma jóia rara este texto...linda reflexão...

Mikasmi disse...

Só posso dizer o que todos já disseram: um texto impar. Parabéns

Iêda disse...

Oi Felipe,

Eu também gostei muito do texto e da imagem que vc escolheu para acompanhá-lo. Uma importante mensagem para refletirmos e incorporarmos no nosso dia a dia.

Abraços,
Iêda

Related Posts with Thumbnails